segunda-feira, 2 de Agosto de 2010

Assimilação e acomodação no processo de adaptação e inadaptação social

Assimilação
Segundo Piaget citado por Furth (2009), assimilação é um processo mental pelo qual se incorporam os dados das experiências aos esquemas de acção e aos esquemas existentes. É um movimento de integração do meio no organismo.

Acomodação
Para Piaget citado por Furth (2009), acomodação é um processo mental pelo qual os sistemas existentes vão modificar-se em função das experiências do meio. É um movimento do organismo no sentido de se submeter às exigências exteriores, adequando-se ao meio.

Pode haver assimilação sem nova acomodação, quando a situação é a mesma e quando só há que compreender coisas já conhecidas e imediatamente assimiláveis e, naturalmente, pode haver assimilação com novas acomodações, em situações não conhecidas.

A acomodação é responsável pelo desenvolvimento (uma mudança qualitativa) e a assimilação pelo crescimento (uma mudança quantitativa); juntos eles explicam a adaptação intelectual e o desenvolvimento das estruturas mentais para melhor enquadramento no meio.

Quando o individuo ainda não conhece aquela realidade (conteúdo, mecanismo, etc.), quando o desafio foi um pouco além de sua capacidade atual, ele se desequilibra e age, para restabelecer o equilibrio. Neste agir, do ponto de vista mental, ocorre o processo de acomodação, ou mudança interior e conseqüente construção de novas estruturas mentais para se transformar num outro mais adequado e capaz de realizar a assimilação para melhor adequação (adaptação) ao meio (Furth, 2009).
Adaptação

Adaptação é qualquer característica ou comportamento natural evoluído que torna o individuo capacitado a sobreviver em seu ambiente natural ou social. Podem ser cognitivas, anatômicas, fisiológicas ou comportamentais.

De acordo com Dolle (1997), adapatação intelectual é o estabelecimento progressivo de um equilibrio entre o mecanismo assimilador e uma acomodação complementar, a adaptação só está concluida quando atinge um sistema estável, isto é, quando existe equilibrio entre assimilação e acomodação. O resultado desse equilibrio mental permitirá a adaptação do individuo ao meio em que ele se encontra.

Inadaptação
Inadaptação é resultante da interação entre os hábitos de vida do individuo e os obstáculos colocados pelo meio notadamente no que diz respeito aos obstáculos de ordem cognitiva.

Assimilação e acomodação no processo de adaptação e inadaptação social
Petrus (1997), refere que o conceito de inadaptação social é ambíguo e está amplamente ligado à educação social. É inadaptado o que não tem sabido ajustar-se às exigências das suas necessidades, rejeitado pelo seu meio num determinado contexto ou sociedade. Os mecanismos de assimilação e acomodação são bastante importantes no processo de adaptação do individuo no meio social, quando o individuo não consegue estabelecer o equilibrio entre esses mecanismos ele poderá ser um inadaptado ao seu meio.


Bibliografia

Dolle, J. (1997). Para compreender Jean Piaget. Paris: Dunod.

Furth, H. (2009). Piaget na sala de aula. Acessado no dia 30 de Julho de 2010, http://pt.shvoong.com/humanities/theory-criticism/1631547-piaget-na-sala-aula/.

Petrus, A. (1997). Concepto de educación social. Barcelona: Edit. Ariel Educación.

Sem comentários: